Hoje saiu uma entrevista comigo no site SomethingWeLike.com!

Dêem uma olhada!





Gente, desenhar cachorros é muito divertido! Nunca imaginei! São tantas raças, cores e tamanhos que fica até difícil escolher qual fazer! Então escolhi logo cinco!

A minha intenção aqui foi buscar diversos tipos de expressão, sempre de forma mais cômica, mas mantendo a raça bem definida.

Diferente das outras ilustrações desse tipo que andei fazendo, essa eu fiquei 100% satisfeito!

Estou realmente pensando em não mais usar Photoshop depois dos vetores, mas ainda sem as linhas de contorno – o quê dificulta um pouco, mas acho mais interessante!

E vocês? O que acharam? Deixe a sua opinião!



















































Quem soltou o Pum? (de Blandina Franco, Editora Companhia das Letrinhas)






Didático para a Editora Saraiva





O melhor amigo do homem é um dos animais mais recorrentes na literatura infantil e sempre rendem valiosas lições de vida. Fazem parte de famílias, são amigos, comunicativos, guerreiros e quase nunca os vilões da história.

Ilustrar cães é sempre divertido, pois existe uma variedade enorme de raças, cada um com estereótipos específicos e comportamentos peculiares. São poucas as características que eles têm em comum, fisicamente, além do fato de serem sempre estabanados!


O desenho acima é da Tooshtoosh.



Um trechinho do meu próximo projeto pessoal. :)















E esse é o meu dragão. Com cara de bobo alegre.

Resolvi testar nele essa textura que, se não me engano, é de couro de jacaré. Achei que deu um resultado interessante, embora tenha ficado um pouco embolado na região da mão (pata superior?) esquerda, sabe?

Mas o que eu achei legal, é que ele tem potencial para ser um dragão bem malvado, com essas garras e chifres.

O que você achou? Deixa um recado!











(Para o site DrawerGeeks)









(Para o site DrawerGeeks)



















































(Para o site DrawerGeeks)









O dragão que era galinha d'angola (de Anna Flora, Editora Salamandra)





De todos os animais míticos, eu diria que o dragão é o mais conhecido e, portanto, mais utilizado nas histórias infantis. Por conta dos contos de fadas e tal, que, volta e meia, tem uma princesa presa num castelo com um dragão tomando conta.

Pensei, então, comigo: "Preciso aprender a desenhar um dragão, mas um dragão que qualquer criança reconheça como dragão, né?" Porque – papo geek, agora – dragão pode ser de qualquer cor, certo? Tem dragão de fogo, dragão aquático, dragão de gelo. Oquei, vou calar a boca agora.



Desenho do dragão acima é do Nicolas Gouny.






Outro dia me flagrei jogando Bomberman, pensando nos velhos tempos. Como eram bons...







Ando vendo muitos blogs de outros ilustradores recentemente e acabei me dando conta que o estilo que eu mais gosto são os mais minimalistas e, por incrível que pareça, os que menos parecem feitos no computador! :) Preciso urgentemente montar uma espécie de estúdio aqui em casa, onde eu possa fazer testes com tinta acrílica, aquarela, colagem ou whatever. Enfim, pra saber se eu levo jeito!... Essas artes muito cheias de Photoshop ficam legaizinhas na tela, mas nem tanto quando impressas. Ficam meio artificiais...

Sobre o tema em si, continuo sentindo falta de um traço mais estilizado, principalmente nas crianças. Mas o polvo e o tubarão, até que eu gostei! Adorei esse tom de vermelho/coral do polvo. O polvo, aliás, é uma delícia de desenhar porque ele pode ter praticamente qualquer forma e qualquer cor.

Enfim, uma auto avaliação:

  • representação do tema: 9 (ah, vai! tá valendo ainda!)
  • expressões: 7 (as criancinhas estão uó!)
  • cores: 10 (super satisfeito!)
  • no geral: 8 (por causa das criancinhas uó!)

E você, o que achou? Quais são as suas notas? Mas tem que justificar, hein!

Abs
Caio
































Mariana Massarani

Vivinha, a baleiazinha (de Ruth Rocha, Editora Salamandra)









Adilson Farias

A escolinha do mar (de Ruth Rocha, editora Salamandra)






Polvos e tubarões são dois dos seres mais icônicos do Reino Animal, uma vez que têm características únicas. Desenhe um peixe cinza com muitos dentes afiados e uma lâmina nas costas e você tem um tubarão. Desenhe um círculo com oito tentáculos e você tem um polvo.

Qualquer ilustração representando o fundo do mar fica desfalcado sem pelo menos um deles presente!












Todo mundo lê!


Chapeuzinho lê "O lobo da estepe", do Hermann Hesse.




Alice lê "LSD", de Timothy Leary.



Gregor Samsa lê "Cem anos de solidão", de Gabriel García Márquez.



Todo mundo lê!



(Manipulações do ilustrador Ricardo Salamanca)